Pular para a barra de ferramentas

Médico preso por se esfregar em paciente tem fiança arbitrada em R$ 15 mil em MS

O médico preso depois de se esfregar em uma paciente de 15 anos, durante o atendimento na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Santa Mônica teve fiança arbitrada em R$ 15 mil, nesta sexta-feira (3), em audiência de custódia. Ele negou os fatos durante seu depoimento.

Além da fiança, o médico ainda foi suspenso de atender na rede pública de saúde. Ele atendia nas unidades do Santa Mônica e do Coophavila. O profissional negou o abuso e disse que estava com o celular e as chaves no bolso, e que não estava se esfregando na garota.

A menina em depoimento contou que já havia ido até a unidade de saúde por duas vezes para consulta, e que tinha sido atendida por duas médicas, sendo que nessa vez o médico a atendeu. Ele teria mandado a garota tirar o moletom, que foi recusado pela adolescente já que ela não estava com outra blusa por baixo.

Ainda segundo o relato dela, o médico a mandou virar de bruços na maca e neste momento passou a se esfregar nela. Quando ela deitou de barriga para cima, ele continuou com o abuso, momento em que a menina saiu da sala chorando. A adolescente estava com a avó na unidade de saúde, mas a mulher não teria entrado na sala para acompanhar o atendimento, “Estou muito triste, abalada com tudo isso. Um médico fazer isso”, relatou.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar