Pular para a barra de ferramentas

Com apoio da Suzano, 51 empresas são certificadas pelo PQF

Com o apoio da Suzano, referência global na fabricação de bioprodutos desenvolvidos a partir do cultivo de eucalipto, o PQF (Programa de Qualificação de Fornecedores), do IEL (Instituto Euvaldo Lodi), certificou 51 empresas de Três Lagoas (MS) e região em meio aos desafios impostos pela pandemia de Covid-19. A conclusão do processo de certificação ocorreu na última quinta-feira (22), por meio de solenidade online.

Para garantir a realização do PQF durante a pandemia, foram disponibilizados 16 auditores da Suzano, que atuaram para desenvolver um novo modelo remoto de auditorias. “Ao lado do IEL e das demais empresas-âncoras, pensamos diferente e realizamos um novo modelo de auditorias remoto, algo totalmente inovador. Com isso, conseguimos a participação de auditores de outros estados, algo incomum e que contribuiu ainda mais para o sucesso desta edição mesmo com a pandemia”, destaca Gustavo Salvador, coordenador de Suprimentos da Suzano.

As empresas receberam a implantação do Sistema de Gestão da Qualidade em Fornecimento (SGQF: 2015), o que aumenta a competitividade e perenidade das empresas e se torna ainda mais importante neste período de pandemia. “O PQF atua como protagonista na sustentabilidade dos negócios locais, o que vem ao encontro dos nossos valores de promover o desenvolvimento social nas comunidades em que atua. A Suzano tem orgulho de ser apoiadora deste programa, pois acreditamos que Só é bom pra nós, se for bom para o mundo”, enfatiza.

Para José Fernando do Amaral, superintendente do IEL, o PQF tem colaborado com o processo de transformação dos empresários locais. “Quando começou a pandemia, era muito mais fácil suspender o PQF, mas fomos corajosos e, ao lado da Suzano, resolvemos assumir esse desafio e hoje temos um caso de sucesso. Hoje, essas empresas se tornaram capacitadas para fornecer para grandes empresas. O que pudemos perceber é uma total transformação das empresas que passaram pelo PQF ao longo destes 13 anos. Elas saem de uma gestão primária para ingressar em um nível altíssimo”, completa Amaral.

Ao todo, as empresas certificadas neste ano passaram por cerca de 400 horas de auditorias. “O mais interessante é que houve um engajamento e um comprometimento de toda a minha equipe e realmente uma melhora nos nossos processos de gestão. Estou muito satisfeita com esse programa e agora a expectativa é nos tornarmos fornecedores de empresas como a Suzano”, completa a empresária Máyra Golin Rodrigues.

Das 51 participantes, estão empresas novas e em busca de recertificação. Em 13 anos de atuação, foram 279 empresas certificadas pelo PQF. Além da Suzano, também são apoiadoras do programa: Prefeitura de Campo Grande, Prefeitura de Três Lagoas, Prefeitura de Ribas do Rio Pardo, Sebrae e Amcor.

Sobre a Suzano

A Suzano, empresa resultante da fusão entre a Suzano Papel e Celulose e a Fibria, tem o compromisso de ser referência global no uso sustentável de recursos naturais. Líder mundial na fabricação de celulose de eucalipto e uma das maiores fabricantes de papéis da América Latina, a companhia exporta para mais de 80 países e, a partir de seus produtos, está presente na vida de mais de 2 bilhões de pessoas. Com operações de dez fábricas, além da joint operation Veracel, possui capacidade instalada de 10,9 milhões de toneladas de celulose de mercado e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano. A Suzano tem mais de 35 mil colaboradores diretos e indiretos e investe há mais de 90 anos em soluções inovadoras a partir do plantio de eucalipto, as quais permitam a substituição de matérias-primas de origem fóssil por fontes de origem renovável. A companhia possui os mais elevados níveis de Governança Corporativa da B3, no Brasil, e da New York Stock Exchange (NYSE), nos Estados Unidos, mercados onde suas ações são negociadas.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar