No dia 8 de março, Dona Amélia Boiadeira do Distrito de Arapuá representa a força da mulher do campo

Às vésperas de completar 85 anos, Dona Amélia Rocha Monteiro é uma verdadeira apaixonada pela vida. Nascida em Buritama, no interior Paulista, cresceu no ambiente rural e, desde muito cedo, aprendeu os valores da vida na lida do campo, no trato dos bichos e contato com a terra.

Ainda moça, ajudava o pai em comitivas de cidade em cidade, trabalho cansativo, considerado exclusivo de homem, mas, dona Amélia não reclamava. A intimidade com a vida rural tornou aquela moça simples, na mulher que arranca admiração de quem a conhece.

Teve quatro filhos, hoje apenas dois estão vivos. Tem dois netos, cinco bisnetos e doze tataranetos. Casou-se duas vezes e está viúva há aproximadamente 14 anos. Mesmo com todas as dificuldades da vida, Dona Amélia transparece uma fé incrível.

Veio para a região de Três Lagoas há quase 40 anos e, atualmente, mora no Distrito de Arapuá. Com oito décadas de vida, Dona Amélia goza de uma saúde invejável e, todos os dias, pastoreia seu rebanho pelo campo  do Distrito, no lombo do cavalo.

Para ela, a maior alegria da vida é ter saúde para trabalhar, não se cansar e acreditar. Como mulher, a vaidade está na alegria de ser mãe, avó, filha, esposa e amiga. Dona Amélia é o exemplo de mulher guerreira, trabalhadora e feliz com tudo que a vida lhe deu.

Feliz Dia Internacional da Mulher

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar