Mulher retira couro e guarda órgãos de cachorro no sutiã em Aparecida do Taboado

Uma mulher de 56 anos foi encaminhada à delegacia na tarde de ontem (5) por maus-tratos, após ser flagrada com órgãos de um cachorro guardados no sutiã. O caso aconteceu em Aparecida do Taboado, cidade de Mato Grosso do Sul.

Conforme informações do boletim de ocorrência divulgadas pelo Campo Grande News, a Polícia Militar recebeu uma denúncia de maus-tratos a animais em uma residência na Rua Pedro Diogo de Farias, no Jardim Redentora. No local, os policiais encontraram a mulher lavando o coro de um cachorro.

À polícia, a mulher relatou que a era dona de uma cadela que atendia pelo nome de Lessia e que a mesma havia sido atropelada por um caminhão. Ela disse que não sabia que era crime tirar o coro do animal e, neste momento, retirou do sutiã os órgãos da cadelinha, que estaria guardando para doação. O resto mortal foi enterrado no quintal da casa.

Uma funcionária do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) compareceu ao local e disse que a mulher é paciente da unidade e faz uso de medicação controlada. A suspeita foi levada para o Pronto-Socorro, medicada e depois encaminhada à delegacia

Segundo vizinhos da suspeita, ela teria matado o animal. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar