Homens são preso no Piauí suspeita de furtar R$ 2 milhões usando ‘chupa-cabra’ em caixas eletrônicos no MS

Dois homens foram presos pela Polícia Rodoviária Federal em Floriano com dispositivos usados para furtar dados bancários de caixas eletrônicos. Dupla é investigada pela Polícia Civil do Mato Grosso do Sul por furto de R$ 2 milhões.

Dois homens foram presos no Piauí suspeitos de usar “chupa-cabras”, dispositivos criados para furtar dados bancários e dinheiro de caixas eletrônicos, para furtar mais de R$ 2 milhões. A dupla foi abordada pela Polícia Rodoviária Federal em um carro abordado na BR-230, nessa segunda-feira (10), próximo à cidade de Floriano. Segundo a PRF, os dois são investigados pela Polícia do Mato Grosso do Sul, onde teriam ocorrido os furtos segundo o G1 MS.

Os policiais apreenderam dois dispositivos eletrônicos que seriam usados nos crimes. De acordo com o delegado Danilo Barroso, da Delegacia de Floriano, os aparelhos eram instalados em caixas eletrônicos. Segundo a investigação, os suspeitos tinham como alvo preferencial os bancos postais, cuja segurança é mais frágil que nas agências bancárias.

Mais tarde, os criminosos voltavam ao local e resgatavam os aparelhos, que roubavam dados bancários de clientes. Com os dados, os golpistas furtavam dinheiro das contas. Segundo o delegado Danilo, o dinheiro era então transferido para contas bancárias controladas pelos suspeitos.

Aparelhos feitos para furto de dados de caixas eletrônicos foram apreendidos pela PRF em Floriano – Piauí — Foto: Divulgação/ Polícia Rodoviária Federal

Os dois homens são investigados por suspeita de cometer o crime nas cidades de Juti e Bodoquena, no Mato Grosso do Sul. Segundo o delegado Danilo, os dois são suspeitos de furtar cerca de R$ 2 milhões em um desses casos.

“Eles praticaram esse crime no Mato Grosso do Sul e estavam voltando para o Ceará. O Judiciário expediu o mandado de prisão e foi cumprido pela PRF”, disse o delegado Danilo.

Os dois suspeitos foram identificados como Francisco Gilson Menezes Silva, de 31 anos, e Tiago Coelho Soares, de 25. A Polícia Civil do Piauí comunicou a prisão ao judiciário do Mato Grosso do Sul, e aguarda que eles sejam recambiados para o estado.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar