PT da chilique ao pedido para que a Polícia Federal cuide do caso Marielle

O PT, claro, já chiou diante da possibilidade de o Ministério Público Federal e a Polícia Federal cuidarem do caso Marielle Franco.

O deputado Paulo Pimenta, líder do partido na Câmara, disse a O Antagonista que “mandar a PF ouvir o porteiro é crime, é coação de testemunha”.

“O órgão que deveria ser do Estado brasileiro está sendo usado para proteger a ‘famílicia’ Bolsonaro e para defender os interesses do ministro.”

Como esperado, Pimenta e o restante da esquerda usarão a reportagem de ontem do Jornal Nacional para intensificar os ataques ao ministro da Justiça e ao presidente da República.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar