Polícia Civil procura vítimas de suspeito de pedofilia que atuava no Paranapungá e Oiti

Professor de futebol de um projeto social, que não teve o nome divulgado, foi preso por força de mandado de prisão preventiva por estupro de vulnerável, nesta terça-feira (10), em Três Lagoas. O suspeito de 47 anos dava aula para crianças e adolescentes, nos bairros Oiti e Paranapungá, quando abusou de uma criança. A idade da vitima não foi revelada.

Conforme o SIG (Setor de Investigações Gerais), a equipe fez buscas na casa do autor após  receber informação de que o suspeito tinha outras passagens pelo mesmo crime no Estado São Paulo. Além disso, a atual residência dele era frequentada por várias crianças. Durante vistoria no imóvel, foi localizado um aparelho celular com conteúdo de ponografia infantil e conversas de aplicativo que indicavam o crime.

Dessa forma, o homem foi atuado em flagrante por armazenas em dispositivo eletrônico, material referente a ponografia infantil, cuja pena varia de um a quatro anos de prisão e multa. Testemunhas contaram à polícia que o professor recebia várias crianças em sua casa, sempre com a promessa de assistir filmes e comer pipocas. A polícia continua as investigações para identificar as crianças e saber se elas foram abusadas pelo investigado.

No local, foram apreendidos um par de chuteiras infantil, três carrinhos de brinquedo, objetos, que segundo a polícia, eram usados para atrair crianças até o local, pois o suspeito morava sozinho e não tem familiares na cidade. Quem tiver informação sobre o caso e quiser colaborar com a polícia pode entrar em contato pelos telefones (67) 3929.1173 – (67) 3521.4984 ou (67) 9.9226.8210. A identidade do denunciante será mantida em sigilo.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar