Polícia identifica mulher que deu 15 facadas em outra e incendiou o corpo em Cassilândia

Vítima foi atingida por 15 golpes de faca; suspeita pelo crime tem 23 anos, conseguiu fugir do local e ainda não foi encontrada - CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

A Polícia Civil já tem a identificação da jovem que matou a facadas e incendiou o corpo de mulher de 31 anos em propriedade rural de Cassilândia. Uma mulher de 25 anos, é apontada como principal suspeita pela morte de Adriana Pereira Braz Azevedo.

O corpo de Adriana foi encontrado parcialmente carbonizado, na quarta-feira (13), dentro de casa em assentamento rural do município e apresentava 15 perfurações de faca no pescoço e nas costas.

Após 48 horas, os investigadores conseguiram a identificação da suspeita pelo crime que está sendo procurada pela polícia. Ainda não há detalhes sobre a motivação e se ela agiu ou não sozinha.

Quando for localizada, a jovem vai responder pelos crimes de incêndio e homicídio qualificado por emprego de fogo e recurso que dificultou a defesa da vítima.

O caso – O corpo foi encontrado parcialmente carbonizado dentro de casa em um assentamento rural do município. Segundo informações do boletim de ocorrência, o dono da casa, de 66 anos, contou à polícia que construiu no terreno uma casa de duas peças.

Na terça-feira (12), no final da tarde, após concluir os trabalhados que estava fazendo no quintal, fechou as portas do imóvel e foi para a residência onde mora, na área urbana da cidade. Por volta das 7h desta quarta-feira (13), ao chegar no assentamento, encontrou a casa incendiada. O proprietário foi até a cidade comunicar o caso à prefeitura. Ao retornar para o local, o homem encontrou o corpo dentro do imóvel, debaixo de telhas e madeiras.

 

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar